A união em torno do coletivo visivel no momento do golo de Seferovic

Poucos foram os que notaram, nomeadamente na comunicação social generalizada, mas foi uma imagem que foi demonstrativa da união que reina no plantel encarnado. O golo de Seferovic foi bastante festejado pelos colegas em campo, mas o destaque vai para os que não estiveram.

Muita imprensa já tentou abordar possíveis desagrados para jogadores como o consagrado Jonas, ou mesmo os recém-chegados Castillo e Ferreyra. Insatisfeitos por jogarem pouco, é natural e até saudável, pois demonstra inconformismo destes. Mas daí até insatisfação e/ou motivos para desunião, vai uma longa distãncia.

Jonas e Castillo, concorrentes de Seferovic no ataque, foram pois, os primeiros a chegar ao internacional suiço nos festejos do golo ao Porto. Prova provada que esta união tem uma cultura de coletivo, de equipa, e não interessa quem marca. Interessa sim é esse coletivo vencer.

Nota ainda para uma demonstração de mentalidade positiva e persistência no trabalho, e para o acreditar nas suas capacidades. Seferovic, que em antevisão ao jogo deste domingo passado,  terá dito que marcava a qualquer adversário. Foi isso mesmo que fez, tendo sido o FC Porto a vítima mais recente.

 

Nuno Alexandre Costa

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.