Sousa Cintra pensava que tinha de autorizar ser testemunha do Benfica

img_818x4552018_08_25_19_45_16_772123-777x437A inclusão de José Sousa Cintra no rol de testemunhas arroladas pela Benfica SAD no âmbito do caso e-toupeira, depois de os encarnados terem requerido a abertura da instrução do processo, causou fortes reações.

O antigo presidente do Sporting, que mais recentemente assumiu a liderança da SAD do clube de Alvalade no processo de transição entre as presidências de Bruno de Carvalho e Frederico Varandas, também ficou surpreendido com o estatuto de testemunha do Benfica e disso deu conta em comunicado, no qual se quis demarcar da situação.

«Venho por este meio informar que, embora seja amigo do presidente Luís Filipe Vieira, não autorizei o meu nome como testemunha do Benfica. O meu clube é o Sporting Clube de Portugal e não tenho nada a ver com o nosso clube rival», advogou Sousa Cintra em comunicado enviado as redações.

Esclareça-se, todavia, que a condição de testemunha de Sousa Cintra não depende de qualquer pedido ou autorização.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.