FC Porto? É destes jogos que Lema gosta

lema-2Roberto Sensini, antigo defesa e internacional argentino, tem agora 51 anos e é diretor desportivo do Newell’s Old Boys, mas há 24 anos e uns meses era muito mais mediático. Jogava no Parma e deu que falar em Portugal quando marcou, na meia final da Taça das Taças, o golo dos italianos que afastou o Benfica da final da competição.

Sensini abordou dois compatriotas que conhece muito bem: treinou Germán Conti no Colón e Cristián Lema no Newell’s, precisamente os dois centrais que fizeram a segunda parte da partida de anteontem com o AEK, em Atenas, para a Liga dos Campeões.

«São muito diferentes, um já é jogador feito, mais físico e forte, ao passo que Conti é um jovem, precisa de mais tempo de crescer. Mas o Benfica terá avaliado toda essa situação e não vejo que qualquer dos dois tenha problemas em triunfar na Europa, porque também na Argentina as partidas são duras. Precisam de um tempo de adaptação à Europa, mas depois vem o crescimento futebolístico», explicou.

Lema, que irá marcar presença no clássico, formando dupla com Rúben Dias face à lesão de Jardel e ao castigo de Conti, merece voto de confiança do antigo treinador.

«Estes jogos encantam-no, quando mais duro é o jogo, quanto mais duro é o rival, mais o encanta. Tem muita personalidade, porque é a sua maneira de ser, jogar com o FC Porto ou jogar um amigável é a mesma coisa para ele, vai jogá-lo da mesma forma. Não terá qualquer problema, é o tipo de partidas que um jogador como ele gosta. Pelo menos era assim que o conhecia aqui, com muita vontade de estar em jogos grandes», disse, recuando a 2010/11, quando dirigiu o agora benfiquista: «Sim, sim, treinei-o bebé… Lema era um bebé ainda, vinha do sul da Argentina e chegou, como todos os jovens, à procura do seu lugar, lutando muito. Comigo não era titular absoluto, havia outros jogadores para a posição, mas com o tempo foi conquistando lugar no Newell’s. Depois foi para o Belgrano e aí afirmou-se, foi muito importante, fundamental para o Belgrano. Tem muita personalidade e capacidade para fazer muitos golos de cabeça, sempre teve isso, pois tem muita estatura e cabeceia muito bem. E bate bem grandes penalidades. Tudo isso ajudou-o a tornar-se num grande jogador.»

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.