Benfica pediu abertura da instrução do processo E-toupeira e demarca-se de Paulo Gonçalves

vip-pt-25043-noticia-paulo-goncalves-filho-do-assessor-juridico-do-benfica-atropelado-com-gravidadeO Benfica requereu a abertura da instrução do processo E-toupeira, para evitar que as acusações do Ministério Público cheguem a julgamento.

Consideram os encarnados, aliás, essas acusações injustas e infundadas, entendendo que não existem indícios suficientes para acusar e existem indícios e razões, factuais e jurídicas, suficientes para não acusar.

Para o Benfica, os autos e a acusação não suportam nem autorizam a sujeição da Benfica, SAD a julgamento.

No requerimento, a Benfica, SAD alega que não teve conhecimento ou participação nos atos que são imputados ao ex-diretor jurídico Paulo Gonçalves, vincando que os mesmos não foram solicitados ou autorizados.

O Benfica requereu a inquirição, entre outros, de Fernando Gomes, presidente da FPF, Pedro Proença, presidente da Liga, Sousa Cintra, ex-presidente do Sporting, António Salvador, presidente do SC Braga, e Júlio Mendes, presidente do Vitória de Guimarães.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.