Sub-23 vencem Académica e seguram liderança

O Benfica continua líder da Liga Revelação, depois de, este sábado, ter batido, em casa, a Académica por 3-0. Diogo Pinto inaugurou o marcador e, a fechar, duas grandes penalidades a favor dos encarnados decidiram a partida.

No Caixa Futebol Campus, o objetivo da equipa de João Tralhão era claro: vencer, somar os três pontos e, com isso, recuperar a liderança isolada da tabela classificativa, perdida – provisoriamente – esta manhã para o Rio Ave.

A primeira parte foi sem golos, mas com domínio claro das águias. Viu-se um Benfica ofensivo, a procurar descobrir os caminhos da baliza de Neiva. Do outro lado, uma Académica a defender-se como podia, perante um Benfica também muito bem defensivamente.

As oportunidades surgiram – foram, pelo menos, duas perigosas –, mas os golos não. Aos 21’ esteve à vista o primeiro. Gonçalo Rodrigues bateu o canto e Edi Semedo rematou com a bola a passar a rasar a baliza de Neiva. Aos 32’, foi Diogo Pinto a tentar a sorte. Bom cruzamento de Frimpong, com o camisola 10 a rematar para o corte – cirúrgico – do defesa Rui Rua. Ao intervalo, persistia o nulo.

No segundo tempo, o Benfica entrou mais rápido e a despertar para o jogo logo no primeiro minuto. Excelente iniciativa de Rodrigo Conceição na esquerda e Diogo Pinto, à entrada da área, a rematar de primeira para o primeiro golo da tarde (1-0).

Perante uma Académica muito combativa, mas sem capacidade para colocar em causa a superioridade da formação encarnada, era com tranquilidade, qualidade, ponderação, serenidade e muita competência que o Benfica ia encarando a segunda metade do encontro.

Mas, apesar das oportunidades – e houve! – os golos só apareceram já nos instantes finais da partida, com o conjunto orientado por João Tralhão a beneficiar de duas grandes penalidades.

Aos 89’, penálti a favor do Benfica. Tiago Gouveia tirou o adversário da frente, foi rasteirado e César Leitão não teve dúvidas. Guga foi chamado a converter e não desperdiçou. Estava feito o 2-0.

Poucos minutos depois, uma imprudência de Neiva – a cometer falta dentro da área sobre Tiago Gouveia – e o árbitro a assinalar, novamente, grande penalidade. Mesaque Dju bateu e assinou o 3-0 final, que permite às águias manterem a liderança da prova, com mais um ponto (13) do que o Rio Ave.

Benfica-Feirense

João Tralhão: “Os jogadores foram fantásticos”

“Congratular-me pela forte agressividade que o jogo teve, isso ajuda-nos. Nem o resultado, nem a classificação espelham a qualidade da Académica, que veio com um jogo muito positivo.”

“Na segunda parte entrámos bem, controlámos o jogo de outra forma, a equipa saiu com mais qualidade e, logo no primeiro lance, fomos premiados com um golo, um excelente golo. Deixar ainda uma palavra aos jogadores, foram fantásticos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.