António Figueiredo critica José Manuel Meirim e suas decisões “inqualificáveis”

img_818x455$2017_04_10_00_43_31_616890António Figueiredo reputa de «inqualificável» a punição de um jogo à porta fechada aplicada ao Benfica por parte do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, devido a comportamento incorreto dos adeptos no jogo com o Estoril, na Amoreira.

«Deixou em branco a invasão do terreno de jogo [no Estádio Dragão] para agredir um jogador [Pizzi] e a questão da Juve Leo, que enviou as tochas para cima do Rui Patrício. É inacreditável e é natural que se fique com dúvidas», declarou, citado pelo site da Renascença.

«Não faz sentido o clube visitante ser responsável pelo que acontece na casa do visitado. O Benfica vai ganhar este recurso a brincar», antecipou António Figueiredo, referindo-se, ainda, à alegada preferência clubística de José Manuel Meirim, presidente do CD, pelo Benfica.

«Às vezes, a pessoa tem tendência a ser mais parcial e prejudicar aqueles de quem mais gosta para dar um ar de imparcialidade», notou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.