Bruno Costa Carvalho: “Nós não somos o Porto, porra!”

bruno-carvalho-benfica295002ab_baseCandidato às eleições para a presidência do Benfica em 2009, Bruno Costa Carvalho reagiu através da rede social Facebook ao processo e-toupeira, do qual a SAD do clube encarnado foi formalmente acusada de vários crimes.

«Minimizar o que se passa, ou atacar a acusação como o Benfica está a fazer, é patético e terá provavelmente resultados lamentáveis. Convém não esquecer que há um preso preventivo, que Paulo Gonçalves já esteve detido (alguns de uma forma leviana ficaram muito contentes com a sua libertação) e que foi deduzida uma acusação e uma acusação grave. Repito. Uma acusação grave», escreveu Bruno Costa Carvalho, apontando fortemente o dedo a Paulo Gonçalves:

«Como pode Paulo Gonçalves permanecer no Benfica? Como pode Paulo Gonçalves representar o Benfica na Liga? Queiram ou não, estamos perante a total descredibilização do Benfica. Luís Filipe Vieira que tão bem construiu este plantel tem que se demarcar já dele. Se não o fizer cairá. Se soubesse das atividades de Paulo Gonçalves (coisa que espero sinceramente que não) então terá ainda maiores dissabores. Se alguém pensa que isto cairá no esquecimento está profundamente enganado… É que Paulo Gonçalves está acusado de se ter metido com a justiça e a reação do Benfica, com comunicados péssimos, vai pelo mesmo caminho… E uma coisa já vimos noutros casos, as acusações não são feitas de ânimo leve.»

O antigo candidato à presidência do clube fez ainda questão de referir: «Sinto-me profundamente incomodado quando vejo Benfiquistas a desvalorizar o que se passa e vêm com exemplos ridículos lembrando a corrupção do FC Porto. Esse é precisamente o ponto: NÓS NÃO SOMOS O PORTO, PORRA! Então não me venham com a corrupção do Porto que não desculpa nada no Benfica. Ainda ninguém foi julgado e não há condenações, é certo. Mas há uma acusação. E uma acusação não é feita de ânimo leve. Pessoas como Sócrates, Ricardo Salgado ou até Cristiano Ronaldo em Espanha que tentaram ridicularizar as acusações da justiça não se deram nada bem. Quando conhecidos os detalhes dos processos viu-se que quem acusa sabe bem o que faz.»

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.