Conheçam o próximo adversário do Benfica no playoff da Champions

paok-6-newO PAOK é o obstáculo que falta ultrapassar para o Benfica entrar na fase de grupos da Liga dos Campeões. Os gregos competem desde a 2.ª pré-eliminatória e superaram Basileia e Spartak Moscovo. O Site Oficial mostra-lhe o perigo que vem de Salonica.

Os dois emblemas vão-se encontrar às 20h00 de terça-feira no Estádio da Luz, na primeira mão do play-off da Champions. A última vez que se defrontaram foi na época 2013/14 na Liga Europa.

Quatro anos depois, o reencontro. Porém, nos alvinegros já nada é igual. Com vários internacionais, o plantel está assente num misto de juventude e veterania nos vários sectores. Sob o comando de Razvan Lucescu, filho do conceituado treinador romeno Mircea Lucescu, o PAOK oscila entre o 4-3-3 e o 4-5-1.

PAOK adversário Benfica

Para reforçar o atual plantel (28 jogadores, com média de idade nos 26,93 anos) nesta temporada chegaram Khacheridi (Dínamo Kiev), Wernbloom (CSKA Moscovo), Akpom (Arsenal) e Leo Jabá (Akhmat Grozny); em sentido inverso, os gregos perderam, entre outros, os atacantes Robert Mák e Djalma (jogou em Portugal, no Marítimo e no FC Porto), que renderam juntos 10 golos na época passada.

Entre as caras novas, Khacheridi tem sido o mais assíduo; jogou em três dos quatro jogos europeus e soma 205 minutos. O avançado Leo Jabá também atuou em três partidas, mas contabiliza 99 minutos, pois só foi titular na vitórian caseira (2-1) com o Basileia. Akpom ainda não se estreou e Wernbloom chegou há poucos dias a Salonica.

Os gregos têm mostrado, neste início de temporada, que são uma equipa que gosta de ter bola (posse nos 50% frente a clubes com um coeficiente superior na UEFA) e que se sente confortável a trocar o esférico no meio campo contrário (média de 400 passes por jogo nos encontros preliminares na Champions, segundo a plataforma Wyscout).

PAOK adversário Benfica

O PAOK gosta de explorar os três corredores, fazendo uso dos laterais ofensivos: Vieirinha e Leo Matos. O internacional português até já reagiu ao facto de enfrentar o Clube português: “O Benfica vai ser difícil, mas temos o sonho de garantir a presença na fase de grupos.”

No meio, Cañas e Maurício seguram para que Pelkas, El Kaddouri e Limnios libertem a fantasia que “alimenta” a referência ofensiva: Prijovic, um avançado alto, possante e de remate fácil com os pés ou de cabeça. Outro dos nomes do ataque é Amr Warda, que recordou nas suas redes sociais que “terça-feira há jogo com o Benfica”.

PAOK adversário Benfica

Por falar em ataque, e ainda segundo a plataforma Wyscout, é possível concluir que o PAOK tem sempre a baliza contrária na mira: média de 12 remates nos quatro jogos oficiais em 2018/19.

É na defesa que moram eventuais fragilidades do PAOK. Quando pressionada, a equipa sente dificuldades em sair a jogar e, apesar de ter defesas-centrais fortes na marcação (Varela, José Ángel Crespo e Khacheridi), os mesmos não são muito altos. A exceção é o ucraniano Khacheridi (1,98 m). Os erros defensivos que por vezes comete podem estar ligados às poucas faltas feitas por jogo. O conjunto helénico não ultrapassa, em média, mais de 10 faltas por jogo.

PAOK adversário Benfica

Ao contrário do Benfica, o seu opositor ainda não deu o pontapé de saída na Liga grega. Fá-lo-á a 25 de agosto – depois da primeira mão com as águias – em casa diante do Asteras. No país, o PAOK é sempre visto como um dos favoritos aos títulos apesar de não conquistar o campeonato há mais de 30 anos. Tem dois campeonatos helénicos no currículo: 1975/76 e 1984/85, e seis Taças da Grécia, a última conquistada na época transata.

Antes de marcarem encontro, tanto o Benfica como o PAOK tiveram rondas para ultrapassar. Os encarnados deixaram pelo caminho o Fenerbahçe (1-0 e 1-1) na 3.ª pré-eliminatória; o conjunto de Salonica eliminou o Basileia (2-1 e 0-3) na 2.ª pré-eliminatória e o Spartak Moscovo (3-2 e 0-0) na terceira ronda preliminar da Liga dos Campeões.

PAOK adversário Benfica

Play-off da Liga dos Campeões

JOGO DATA HORA LOCAL
1.ª mão
Benfica-PAOK 21 de agosto 20h00 Estádio da Luz, Portugal
BATE-PSV 21 de agosto 20h00 Borisov-Arena, Bielorússia
Estrela Vermelha-Salzburgo 21 de agosto 20h00 Stadion Rajko Mitić, Sérvia
Ajax-Dínamo Kiev 22 de agosto 20h00 Johan Cruijff ArenA, Holanda
Vidi-AEK 22 de agosto 20h00 Groupama Aréna, Hungria
Young-Boys-Dínamo Zagreb 22 de agosto 20h00 Stade de Suisse, Suíça
2.ª mão
Dínamo Kiev-Ajax 28 de agosto 20h00 NSK Olimpiyskyi, Ucrânia
AEK-Vidi 28 de agosto 20h00 OAKA Spiros Louis, Grécia
Dínamo Zagreb-Young-Boys 28 de agosto 20h00 Stadion Maksimir, Croácia
PAOK-Benfica 29 de agosto 20h00 Stadio Toumba, Grécia
PSV-BATE 29 de agosto 20h00 PSV Stadion, Holanda
Salzburgo-Estrela Vermelha 29 de agosto 20h00 Stadion Salzburg, Áustria
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.