Ascensão de Gedson Fernandes já havia sido prevista por Hélder Cristóvão

helder-cristovao-com-gedson-fernandes-no-treino-newHá exatamente um mês, três dias depois do jogo entre Benfica e V. Setúbal, Hélder Cristóvão, 47 anos, treinador da equipa B dos encarnados nas últimas cinco épocas e atual diretor-geral do Al-Nassr (Arábia Saudita), analisou o desempenho de Gedson Fernandes, um dos melhores em campo nessa partida. Anunciou, então, que o médio de 19 anos, com quem tinha trabalhado época e meia, tinha tudo «para ser aposta» esta época na equipa principal.

«Tinha essa certeza de que ia dar certo», vincou o treinador, ontem, depois da exibição de grande nível de Gedson em Istambul, contra o Fenerbahçe. «Por tudo o que trabalhámos com ele e pela sua entrega e esclarecimento tático que já apresentava em diversas posições do meio-campo», justificou Hélder Cristóvão, para quem o médio até já estava preparado para subir ao palco principal mais cedo. Rui Vitória quis avaliar Keaton Parks, como se sabe, e os encarnados também estavam apostados em conquistar o título nacional de juniores (conseguiram-no). Assinala o treinador que «acabar a última época na equipa A seria o processo natural», embora saliente que em nada Gedson foi prejudicado.

Gedson não foi só o autor do golo do Benfica, anteontem, em Istambul. Recuperou bolas, equilibrou a equipa taticamente, lançou ataques e finalizou. No fundo, mostrou toda a capacidade de um «médio de ligação e de transição». E Hélder recorda que já tinha afirmado que «Gedson já tinha uma responsabilidade tática superior à de Renato Sanches», quando o médio do Bayern subiu à equipa principal das águias.

«Mas também disse que Gedson podia trazer ao Benfica progressão na condução da bola entre linhas. Comprovou-se», acrescentou Hélder Cristóvão, que não tem dúvidas: «Certamente vamos ver mais golos de Gedson e um compromisso enorme com tudo o que são missões táticas.»

Para Hélder, Gedson «está na mesma linha de jovens» da formação como Bernardo Silva, Gonçalo Guedes, Nélson Semedo ou Lindelof: «Tinha essa certeza sem ele ainda ter jogado na equipa principal. Quanto mais agora!»

E que jogadores se seguirão a Gedson? O treinador deixa a resposta para outros: «Os próximos estão identificados e todos sabem quem são! Não me cabe a mim dizê-lo publicamente! Internamente disse a quem de direito.»

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.