LFV em Newark: “Esta será a época de reconquista!”

Madrugada de sexta-feira marcada pela inauguração da nova imagem da filial n.º 21 do Clube, o Sport Newark e Benfica, um momento que contou com a presença de Luís Filipe Vieira.

Terminados os atos solenes, seguiu-se o habitual jantar de confraternização e convívio, onde o presidente tomou a palavra. Um discurso pautado pela firmeza e com um mote vincado: 2018/19 será a época da reconquista.

“O Benfica não é somente o maior clube de Portugal. É um dos maiores clubes do mundo. E é-o porque, na sua génese, é um clube popular, ancorado na força e dimensão dos seus sócios e simpatizantes. Eles são e continuarão a ser a sua maior riqueza. Foi na sua força, na força dos seus adeptos, que o Benfica cresceu e se posicionou entre os maiores clubes do mundo”, começou por dizer.

“Nenhum outro clube, seja onde for, consegue mobilizar as suas gentes, como hoje aqui presenciamos, pese embora todo um oceano que nos separa de Lisboa. Nenhum outro clube tem uma massa adepta com um peso tão significativo na construção da sua história. Nenhum outro clube, jogue onde jogar, tem tantos adeptos a puxar por si”, acrescentou perante a multidão de Benfiquistas presentes.

“Nenhum outro clube tem a vibrar nas bancadas um número 12 como o nosso. Seja em Portugal ou em qualquer outro canto da Europa, seja em paragens mais longínquas como aqui, nos Estados Unidos, como ficou patente ontem no jogo com o Dortmund e como será evidente, assim acredito, no jogo do próximo sábado com a Juventus”, lembrou Luís Filipe Vieira, apontando de seguida à importância dos “braços-armados” do Clube neste fenómeno.

“E se em Lisboa, dada a proximidade, é mais fácil alimentar de benfiquismo a nossa alma, é nas Casas do Benfica que esse sentimento de comunhão entre clube e adeptos se intensifica, à medida que nos afastamos de Lisboa. Verdadeiro testemunho da dimensão universal do Sport Lisboa e Benfica, as Casas do Benfica desempenham essa extraordinária função de nos manter unidos num objetivo comum e de preservar e potenciar a história e a cultura do clube”, disse. “É por isso um projeto que apadrinho e acarinho desde o meu primeiro momento no clube”, assinalou.

Para além da expansão, a uniformização foi um passo determinante…

Presidente-Sport-Newark-Benfica1-Thumbnail

“E é também por isso que, em conjunto com os vice-presidentes responsáveis por esta área, primeiro o Alcino António e, posteriormente, o Domingos Almeida Lima, bem como com o diretor do Departamento das Casas, Jorge Jacinto, entendi sonhar mais, ambicionar mais e ousar ainda mais. Foi dessa forma que iniciámos o processo de uniformização da imagem das Casas do Benfica e de ligação, em rede, ao Estádio da Luz. Único clube no mundo a fazê-lo e, dessa forma, a estar próximo dos seus sócios e adeptos”, elogiou.

“Hoje somos todos testemunhas do sucesso do projeto, mas o caminho nem sempre foi fácil. Olhado com desconfiança por uns, desvalorizado por outros, valeu a crença que nele depositámos e, podemos dizê-lo, uma boa dose de teimosia para não cedermos às primeiras dificuldades. Não desistir faz parte do nosso ADN. Lutar contra as adversidades faz igualmente parte do nosso ADN. Querer vencer sempre é algo que está gravado no nosso código genético”, afirmou, lembrando que o caminho nem sempre foi fácil.

“Tal como o nosso clube, não sou nem nunca fui pessoa de me assustar com os obstáculos que a vida nos coloca à frente. E tenho a sorte de liderar uma equipa que percebe o que isso quer dizer e que também não desiste assim que as primeiras contrariedades batem à porta”, explicou, dando de pronto o exemplo da filial n.º 21.

“De igual forma, também aqui, no Sport Newark e Benfica, nossa filial número 21, fundada há já 49 anos, encontrei esse mesmo espírito. Tive oportunidade de acompanhar as obras e conheço a extraordinária dedicação e o enorme esforço feito pelo Nuno Costa e pela sua equipa para que hoje pudéssemos estar aqui a inaugurar a Casa”, apontou.

“O Sport Newark e Benfica tem sabido enquadrar-se no seio de uma das maiores comunidades portuguesas na diáspora e, sobretudo, tem sabido dinamizá-la. Ver hoje, aqui, esta fervorosa moldura humana, com a imagem da nossa Catedral em fundo, é motivo de grande alegria pessoal e institucional. Por tudo isso, manifesto o nosso reconhecimento e apresento as nossas felicitações ao Nuno Costa e a toda a sua equipa”, acrescentou.

Este é um processo que se iniciou há largos anos e vai continuar a ser desenvolvido.

“Pretendemos reforçar a afirmação da marca Benfica nos Estados Unidos e, nessa estratégia, as Casas do Benfica terão um papel fundamental. E esta Casa prova inequivocamente que o caminho iniciado, um caminho de maior qualidade e de maior proximidade, não tem retorno. Porque hoje, todos percebemos que é este o melhor caminho para que a enorme rede de Casas espalhadas por todo o mundo possa honrar e dignificar o Benfica, perpetuar a sua história e contribuir para o crescimento do clube, revelou o presidente.

Luís Filipe Vieira aproveitou o momento para reiterar a ambição numa próxima temporada cujo arranque se aproxima e, mais uma vez, as palavras foram de confiança e crença.

“Dentro de poucos dias têm início as competições oficiais. Quero, por isso, deixar uma mensagem de enorme ambição e confiança a todos os Benfiquistas. Esta será a época de reconquista! E de regresso rápido ao nosso ciclo vitorioso e de hegemonia no futebol português. Uma época em que também se torna exigível, todos, mas todos sem exceção contribuírem para uma melhoria do ambiente no desporto português”, alertou.

“O Benfica saberá honrar a sua história dando um contributo de serenidade e de paz ao futebol português. Faço votos de que a época que se avizinha seja merecedora de semelhante contributo por parte de todos os agentes desportivos. Faço igualmente votos de que todos percebam que nesta indústria, que se chama futebol, ninguém pode assobiar para o lado. Qualquer ataque desferido, qualquer polémica criada, não tem implicações no clube A ou B, mas sim em toda a estrutura do futebol”, lembrou o presidente.

“É importante por isso que todos saibam assumir as suas responsabilidades pois só assim será possível valorizar e projetar o futebol português. O Benfica certamente saberá assumir as suas. Todos temos de ter noção de que é a imagem do País que está em causa, quando vemos as suas principais marcas envolvidas em permanentes polémicas e guerras. E como a maior marca nacional, temos bem consciência do exemplo que devemos dar”, apontou, explicando as bases e o caminho percorrido pelo Clube.

“Porque o Benfica de hoje não é o Benfica de há 20 anos. O marasmo em que o Benfica se encontrava obrigou-nos a muito trabalho, a muitas horas de sacrifício pessoal e de dedicação ao clube. Que ninguém duvide disso. O Benfica de hoje é um clube moderno, organizado, responsável e sustentável, credível e preparado para continuar a vencer. É um clube que a todos, sem exceção, deve encher de orgulho”, disse taxativamente.

“O Benfica de hoje é o Clube mais rentável de Portugal. É o único clube que consegue que nove dos dez principais patrocinadores sejam multinacionais de referência. É o único clube que está em vias de recuperar os seus capitais próprios a 100 por cento. É o maior clube de Portugal em número de sócios e um dos três maiores do mundo. É o clube português que mais jogadores forneceu às seleções que disputaram o último Mundial. É a base da maioria das seleções jovens nacionais. É o clube que mais títulos conquistou nos últimos cinco anos. É um clube com uma estabilidade diretiva ímpar. É o clube que tem o melhor Estádio do País, único capaz de receber finais da Champions ou do Campeonato Europeu. É o clube que tem o melhor Centro de Formação e Estágios do País, distinguido recentemente como a melhor Academia do mundo. É o único clube que enche os estádios portugueses na qualidade de visitante”, enumerou orgulhosamente Luís Filipe Vieira.

A fechar, e para que não restem dúvidas…

“É assim o nosso Benfica. O vosso Benfica. E é por tudo isto que afirmo que não somos grandes. Somos gigantes. Somos o Glorioso Sport Lisboa e Benfica.Viva o Sport Newark e Benfica. Viva o Sport Lisboa e Benfica”, concluiu o presidente perante os aplausos da multidão.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.