Peter Beardsley sobre treino do Benfica: “Incrível e impressionante”

peter-beardsley-1-newFoi estrela do Liverpool e do Everton nos anos 1980 e 1990. Agora, o seu grande amor é o Newcastle, onde hoje é treinador dos Sub-23. Por estes dias, esteve em St. George’s Park, onde assistiu ao treino do Benfica aberto aos técnicos ingleses que ali finalizam o curso UEFA A, graduação equivalente ao IV Nível em Portugal.

“Incrível” e “impressionante” foram apenas duas das palavras usadas por Peter Beardsley, na entrevista à BTV, para descrever o desempenho de jogadores e equipa técnica na sessão de trabalho em Inglaterra.

Que conclusões tirou do treino do Benfica que viu?

Foi incrível. Não temos muitas oportunidades de ver outras equipas aqui, nos períodos em que aqui estamos. Nem sempre coincide, mas foi incrível. A técnica, a velocidade, o ritmo, a qualidade… A qualidade foi realmente um prazer de assistir. Todos queremos ser treinadores, todos queremos ser melhores. Ver isso hoje, a forma como foi orientado, organizado, foi realmente muito bom.

Qual é a sua opinião sobre os métodos de Rui Vitória? O que apreciou?

A forma como tudo estava organizado, toda a preparação, como tudo estava antes de os jogadores entrarem no relvado. A forma como o treinador organizou, a forma de ele estar sempre no meio de tudo foi realmente muito especial, muito impressionante.

Isso surpreendeu-o porquê? Porque aqui não é assim ou…

Não. Eu acho que a razão pela qual me surpreendeu foi porque obviamente ainda não os tínhamos visto treinar, não sabíamos o que esperar. A energia, o entusiasmo, a preparação, o ritmo com bola… foi realmente muito bom.

É um pouco diferente do seu tempo enquanto jogador?

Sim, totalmente diferente. Tínhamos os managers e os treinadores, mas não existiam as orientações como existem hoje. Nós, nos nossos dias, e sem apontar o dedo a ninguém, tínhamos jogadores que sabiam que eram bons jogadores. Havia um esquema tático, mas permitiam que os jogadores fizessem o que achavam certo no momento.

Peter Beardsley

“Em Inglaterra vemos o Benfica como o maior de Portugal”

Benfica e Inglaterra pode dizer-se que têm uma relação…

Maravilhosa!

Uma ligação que começou em 1966. Quais são as recordações que tem desse Mundial de Eusébio?

Eusébio era um jogador de topo mundial, não há qualquer dúvida disso. Ele e o Pelé, na altura, eram como Ronaldo e Messi agora. Havia essa competição e rivalidade, mas ele era uma superestrela. Quando me lembro dele, e do que fazia com a bola em campo… Eu tinha cinco anos na altura, nesse Mundial. Eusébio e Pelé eram, para mim, dois jogadores muito especiais e provavelmente os dois melhores futebolistas da época em que cresci.

Nos anos 1980, o Liverpool jogou com o Benfica nas competições europeias. Quais são as recordações que tem desses tempos?

Quando olho para o Benfica, existe uma tradição bonita de jogadores portugueses em Inglaterra. Já falámos de Eusébio, agora o Ronaldo continuou esse legado. Adorava o Aimar, o Di Maria, o David Luiz… todos eles são um certo tipo de jogador. O estilo de futebol é o que mais importa e é tradição do Benfica. É o futebol como tem de ser. Técnica, velocidade, habilidade, e, como disse, hoje foi algo brilhante o que nós, treinadores, assistimos. Com todo o respeito que tenho pelos outros clubes portugueses, nós, em Inglaterra, vemos o Benfica como o melhor de Portugal. Desejo-vos toda a sorte do mundo e espero que consigam alcançar a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.