Benfica conquista Torneio Internacional do Sado

Um Benfica ainda em fase experimental empatou – e a igualdade bastava para o troféu seguir para a Luz – com o Vitória de Setúbal (1-1), no seu segundo e último jogo do Torneio Internacional do Sado. Destaque para as estreias absolutas de Odysseas e Ebuehi.

Sem Luisão, Krovinovic, Zivkovic e Rafa, Rui Vitória apresentou um onze titular com quatro mudanças em relação ao jogo com os sérvios do Napredak: saíram Svilar, Rafa, João Félix e Castillo para a entrada de Odysseas – que fez a estreia absoluta com a camisola do Benfica –, Cervi, Jonas e Ferreyra. Três caras novas para 2018/19. O técnico manteve André Almeida, Conti, Jardel, Grimaldo, Fejsa, Pizzi, Gedson na equipa inicial.

No relvado do Bonfim entrou um Benfica dominador e completamente instalado no meio-campo adversário. Do outro lado, os sadinos – pouco atrevidos – iam esperando um erro para saírem em contra-ataque.

33 minutos. Foi este o tempo que demorou a chegar o primeiro golo da noite. Grande cruzamento de Pizzi para o reforço argentino Ferreyra, que se antecipou a Semedo e cabeceou certeiro para o primeiro golo da tarde e o primeiro com a camisola do Benfica.

Benfica-V. Setúbal

Já passava dos 45 minutos quando as equipas recolheram aos balneários, com os encarnados em – justa! – vantagem, com um golo que ia premiando o conjunto que mais oportunidades criou.

No retomar da partida, várias alterações no onze, com Rui Vitória a apostar num 4x3x3 em vez do 4x4x2 da primeira parte: saíram Odysseas, Grimaldo, Pizzi, Cervi, Jonas e Ferreyra, entraram Bruno Varela, Yuri Ribeiro, Chiquinho, João Félix, Heri e Castillo.

Boa reação do V. Setúbal a responder à desvantagem com que tinha saído para o intervalo. Aos 54’ estava feito o empate. Livre cobrado por Nuno Valente e Vasco Fernandes a assinar o 1-1 após uma sucessão de ressaltos, numa altura em que escasseavam as oportunidades para ambos os lados.

À passagem do minuto 72, Rui Vitória voltou a mexer na equipa, promovendo mais uma estreia: Ebuehi. Com o nigeriano entraram também Alfa Semedo e Lisandro, para as saídas de André Almeida, Fejsa e Conti. Aos 84’, Jardel e Gedson cederam os lugares a Lema e Keaton Parks, respetivamente. Lisandro passou a capitão.

Segundos 45 minutos monótonos que terminaram mesmo com um empate a uma bola, que até bastava. Mas, mais importante do que isso, era mostrar tudo aquilo que foi trabalhado durante as primeiras semanas de pré-época. Ritmo, boas dinâmicas, adaptação ao estilo de jogo do adversário… no fundo, boas indicações sobretudo na primeira parte do encontro, onde Jardel foi considerado o Melhor Marcador e o Melhor Jogador do Torneio.

Jardel

O ciclo de preparação continua. O Benfica parte, no domingo, para o segundo estágio da pré-época 2018/19, desta vez em Inglaterra. Os encarnados estarão em St. George’s Park, de 15 a 20 de julho.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.