André Carrillo: “Pertenço ao Benfica e vou trabalhar para ganhar o meu lugar”

naom_589e4cf319e4cAndré Carrillo desmentiu, em declarações ao jornal El Comercio, que tenha acordo com outro clube O jogador peruano admitiu estar focado no clube da Luz, mas, no entanto, não fecha a porta a uma possível saída.

«Vamos ver o que vai acontecer. Tenho contrato com o Benfica neste momento e junto-me ao plantel daqui a dois dias para a pré-temporada. Estou focado nisso e não em ofertas. O meu passe é do Benfica e vou trabalhar para ganhar um lugar no clube», garantiu o extremo, que também desvalorizou o interesse do Al-Hilal, equipa recentemente treinada por Jorge Jesus.

«Vamos ouvindo algumas coisas, mas não podemos controlar tudo. É melhor ficar em silêncio, mas digo apenas que não tenho nada assinado com outra equipa. Tenho contrato com o Benfica e quero chegar bem à pré-temporada. É nisso que estou concentrado e não penso em ofertas. Pertenço ao Benfica e vou trabalhar para ganhar o meu lugar», sublinhou.

Emprestado na época passada pelo Benfica ao Watford, no qual não foi aposta regular na Premier League, André Carrillo apresentou-se a bom nível no Mundial’2018. Em entrevista ao “El Comercio”, revelou o «segredo» da forma apresentada.

“Quando estive em Inglaterra, a Federação Peruana de Futebol viu que eu não estava a ter muita regularidade no Watford e conseguiu um treinador pessoal para mim, que viajou até lá e trabalhámos juntos duas a três semanas com muita intensidade. Depois fui para Espanha, continuei com a preparação, contratei um nutricionista e tive outro treinador pessoal que me potenciou muito. Nem tudo se trabalha em campo, também há um trabalho fora dele. No entanto, temos uma equipa jovem”, explicou o internacional peruano.

Para a presença na Rússia, Carrillo só tem boas palavras. “Foi uma experiência única. Vamos fazer o possível para voltar a um Mundial e alcançar um lugar no Catar’2022. Da Rússia regressámos com muitas lições. Agora temos jogadores com maior estatuto, mais experiência e vontade para começar o projeto em direção ao Catar”, começou por dizer.

“Chegámos ao Mundial com o objetivo não só de participar, mas também de competir. Queríamos chegar o mais longe possível, mas infelizmente não foi assim. No entanto, temos uma equipa jovem”, concluiu.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.