Reinildo Mandava assina pelo Belenenses

hpquLCOReinildo Mandava, o internacional moçambicano, que recentemente assinou um contrato de quatro épocas com o Belenenses, manifestou a sua satisfação por ter se vinculado a um dos clubes mais emblemáticos do futebol português.

«Vou cumprir o sonho de me estrear no escalão máximo do Futebol Português e logo ao serviço de um histórico em Portugal, de um clube campeão em Portugal! Ao Belenenses e à sua massa adepta prometo ser aquilo que sempre fui: 100% dedicado. Estou ciente do desafio, da exigência e da imensa vontade que tenho em começar», comentou o defesa esquerdo na sua página de Facebook.

Reinildo está certo que deu um passo de gigante na sua carreira: «Não podia estar mais feliz com o rumo que estou a dar à minha carreira, estando certo que em Belém e no Belenenses terei todas as condições para ser feliz e para continuar a evoluir como jogador e pessoa. Neste momento, imerso em fortes emoções, tenho de destacar e lembrar todos os clubes por onde passei e que, sem eles, muito provavelmente, não estaria onde estou hoje.»

No momento de felicidade, o futebolista, que algumas vezes foi chamado a jogar pelos “Mambas”, começou por enaltecer as suas raízes: Antes de mencionar qualquer clube onde joguei, não me posso esquecer do meu Ferroviário da Beira, o clube onde cresci e onde aprendi a amar o futebol e a Liga Desportiva de Maputo que me permitiu voar e acreditar que podia dar um novo rumo à minha vida.»

Refira-se que Reinildo saiu da Liga para o Benfica de Portugal, clube que abriu as portas no futebol português. Tendo sido emprestado ao Fafe e ao Sporting da Covilhã, clube que representou na época passada. A estas três coletividades, Reinildo dá o seu obrigado. «Agradeço ao Benfica por ter acreditado em mim, por me abrir as portas do futebol Europeu e por me ter dado todas as condições para ser bem-sucedido. Ao Fafe, clube e terra querida, o meu muito obrigado por me terem dado espaço e tempo para crescer e para jogar. Foi muito importante o apoio de todos, aquando da minha chegada, as lições e conselhos que me foram dados, ainda carrego diariamente comigo. Por fim, um eterno obrigado ao Sporting da Covilhã. Foi, indubitavelmente, o melhor ano da minha carreira e aquele em que senti que mais evoluí e onde mais desfrutei do meu futebol. À região, aos dirigentes, aos treinadores, os colegas de equipa e adeptos o meu muito obrigado. Palavras nunca chegarão para demonstrar o quão grato estou por tudo que fizeram por mim», frisou.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.