Luís Nascimento faz balanço à época dos Iniciados do Benfica

O treinador Luís Nascimento afirma que não podia estar mais orgulhoso do trabalho e empenho dos jogadores da equipa de Iniciados, apesar de o esforço ao longo da época não ter resultado no título de Campeão Nacional.

Em entrevista à BTV, Luís Nascimento fez o balanço da temporada 2017/18.

Tendo em conta o planeamento feito no início da época, os objetivos traçados foram conseguidos?

Os nossos objetivos por norma são sempre os mesmos em todas as épocas. Queremos em primeiro lugar ajudar a potenciar os nossos jogadores e o crescimento deles, não só do ponto de vista individual, mas também do ponto de vista coletivo, e nesse aspeto sinto que fizemos um trabalho muito bom e muito consistente. Do ponto de vista competitivo passava por ganhar o Campeonato Nacional, coisa que não fizemos, mas disputámo-lo até ao último momento e acredito que nessa matéria fomos muito competentes ao longo de toda a competição.

No último jogo do Campeonato o Benfica liderava, bastava um empate para ser campeão. O que é que aconteceu nessa altura?

A questão emocional pesa muito em todos os jogos, mas principalmente com jovens desta idade. Quando dizemos que basta um empate, temos de pensar que não é fácil os jovens lidarem com esse tipo de pressão e de situação. Aquilo que sentimos e que estava identificado desde o início da época, fruto também da sua idade, foi que estes jovens revelavam algum tipo de imaturidade do ponto de vista competitivo para estes momentos. Isto também se deve muito à competitividade aqui em Portugal, porque os nossos jovens raramente passam por estes tipos de jogos tão decisivos e que são necessários também para aprenderem, porque só se aprende vivendo as experiências.

Luís Nascimento

Houve jogadores que se conseguiram destacar no plantel de Sub-15 do Benfica?

É natural que sim. A época foi longa, muito desgastante. Começámos com um plantel muito extenso, com 35 jogadores, o que por vezes carece de um acrescento de dificuldade do ponto de vista do planeamento e da gestão, porque dos 35 jogadores só 18 é que podem ser convocados e só 11 é que podem jogar, e isto também nos levou a ter alguns problemas de gestão.

Houve jogadores que se destacaram, uns que tiveram maior preponderância na primeira e na segunda fase e menor na terceira, e houve outros que apareceram com um nível de maior rendimento nesta terceira fase. Seria injusto da minha parte estar aqui a destacar ou a individualizar estas questões, mas aquilo que sentimos foi que, na maioria dos casos, a evolução foi notória, mesmo pelo feedback que vamos tendo de pessoas atentas ao fenómeno do futebol formação em Portugal, que viram que a nossa evolução foi fantástica.

O que foi o melhor deste Benfica ao longo desta época?

Sem dúvida a evolução que tivemos, a qualidade, a ambição e a determinação com que nos apresentámos nesta fase final, até pelo feedback que tivemos, surpreendemos muita gente. Sempre acreditámos que íamos chegar fortes a este momento e conseguimos que os jogadores também acreditassem. A fase final e toda a abordagem que fizemos foi fantástica.

Luís Nascimento

Enquanto treinador, como foi para si esta temporada?

Foi muito longa como é normal, mas digo longa não só em termos temporais, mas pelo volume de trabalho que tivemos. Foi a minha sétima temporada enquanto treinador dos Iniciados, a minha equipa técnica também já está comigo, alguns há cinco anos, a maioria deles há três anos, ou seja, já me acompanham há algum tempo. Foram sete anos onde conquistámos quatro títulos nacionais e três segundos lugares, onde disputámos o título até ao último jogo e isso eleva também aquilo que foi a competência e a estabilidade no trabalho que foi feito ao longo dos anos.

E não é o facto de não termos conseguido carimbar o nosso trabalho com o título que vamos olhar para ele de forma diferente. Eu e a minha equipa técnica acreditamos que este foi um dos melhores anos de trabalho que tivemos, porque só assim seria possível continuarmos na luta e a acreditar efetivamente na possibilidade de ganhar até ao último momento, mas aquilo que nos deixa mais orgulhosos é a evolução que a maioria dos nossos jogadores apresentou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.