Ebuehi estreia-se no Mundial, a Nigéria vence, e dá esperança a Salvio

shehu-abdullahi-800Ebuehi entrou em ação e a Nigéria somou os primeiros três pontos no Mundial, dando assim também esperança de apuramento à Argentina de Salvio. A Sérvia de Zivkovic e a Suíça de Seferovic encerraram o nono dia do Rússia 2018, enquanto Portugal, com Rúben Dias a dar no duro, aponta ao desafio seguinte.

Cada vez mais perto dos oitavos de final do Campeonato do Mundo, a Seleção Nacional prossegue a preparação para o encontro de segunda-feira com o Irão, no Grupo B.

Rúben Dias

Esta sexta-feira, em Kratovo, a 50 quilómetros de Moscovo, Fernando Santos reuniu o grupo, depois de na quinta-feira ter contado apenas com os 12 não titulares no triunfo sobre Marrocos (1-0) – entre eles Rúben Dias. João Moutinho e Raphael Guerreiro, por razões físicas, não treinaram.

José Fonte, em conferência de Imprensa, destacou a competência da formação iraniana. “O Irão pode ser a equipa mais forte da Ásia. Logo aí, à partida, é uma equipa com qualidade. Já ficou provado no Mundial nos dois primeiros desafios que tem boa equipa. Não vai ser fácil. Estamos a preparar o jogo. O míster, como sempre, tem-nos alertado para os pontos fortes. Resta-nos pôr em ação o nosso plano”, disse aos jornalistas.

Portugal e Espanha, recorde-se, partilham a liderança do Grupo B, com quatro pontos, seguidos do Irão, com três, enquanto Marrocos ainda não pontuou e está afastado da próxima fase.

A seleção de Fernando Santos e o Irão defrontam-se na segunda-feira em Saransk, às 19h00 (hora portuguesa). 

Salvio

E se Portugal tem um pé no apuramento para os oitavos de final, a Argentina de Salvio ficou em dificuldades.

No rescaldo da dura derrota frente à Croácia por 0-3 – que complicou as contas da Argentina para o acesso aos oitavos de final da competição –, Enzo Pérez não escondeu o desalento. “Sentimo-nos espancados seguramente, feridos também, tristes, mas temos de lutar pelo resultado que nos dá a oportunidade de passar”, admitiu o ex-benfiquista.

Sobre o jogo, o selecionador argentino Jorge Sampaoli assumiu as culpas pela derrota. “O plano para o jogo não foi bem-sucedido. Há dor, não estivemos ao nível que o povo argentino nos quer, os jogadores estão mal, tinham muita ambição antes do jogo, queríamos ser primeiros e isto deixa-nos muito doridos. Achámos que ia ser o jogo em que íamos arrancar como equipa, mas não sucedeu. Não conseguimos consolidar a nosso jogo”, disse.

Após o primeiro encontro da segunda jornada do Grupo D, a Croácia – que já tem o passaporte carimbado para os oitavos de final, juntamente com Rússia, Uruguai e França – soma seis pontos, contra os três da Nigéria e um da Islândia e da Argentina.

Nigéria

Foi precisamente a Nigéria de Ebuehi que, nesta sexta-feira, venceu a Islândia (2-0) e conquistou os primeiros pontos na competição, num jogo em que, em caso de derrota, era certo que se despediria do Campeonato do Mundo. Consequentemente, a equipa nacional do reforço das águias, com o triunfo averbado, também aliviou um pouco a pressão sobre a Argentina de Salvio.

Ebuehi entrou após o intervalo para o lugar de Idowu. Adaptado à posição de defesa-esquerdo, o lateral destro mexeu em termos táticos com o jogo e ainda deu sorte… Três minutos depois da entrada de Ebuehi, Ahmed Musa colocou as Super Águias na frente do marcador (49′).

Aos 75′, aquele que foi o homem do jogo bisou, mas aos 81′, grande penalidade a favor da Islândia, depois de o juiz do encontro recorrer ao videoárbitro e considerar que o defesa do Benfica tocou no adversário dentro da área. Penálti falhado e oportunidade desperdiçada pela Islândia.

Uma vitória essencial para que os africanos se mantenham na corrida pelo apuramento para os oitavos de final. Muito se vai decidir no duelo entre a Nigéria de Ebuehi e a Argentina de Salvio, dia 26 de junho (terça-feira), às 19h00.

Suíça

No Grupo E, após ter vencido a Costa Rica por 1-0 na estreia, a Sérvia de Zivkovic (suplente não utilizado) foi a jogo às 19h00 frente à Suíça de Seferovic (titular), que empatara com o Brasil na ronda inaugural. No outro desafio do dia, os brasileiros bateram a Costa Rica por 2-0.

Os sérvios começaram melhor e, após cruzamento do lado direito do ataque, Aleksander Mitrovic desviou de cabeça para as redes (5′). A seleção suíça teve de mudar a forma de atuar no segundo tempo e essa decisão levou ao sacrifício de Seferovic (rendido por Gavranovic aos 46′). O 1-1 foi alcançado pelos helvéticos aos 52′ num forte remate de Xhaka. A reviravolta aconteceu aos 90′, num lance de ataque finalizado por Shaquiri (1-2 para a Suíça).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.