António Simões lamenta “oportunidade perdida” do Benfica chegar ao Penta

Antonio-SimoesO Benfica encerrou a I Liga de futebol sem atingir o sonho do penta e o antigo jogador dos encarnados António Simões lamentou a “grande oportunidade” perdida, exigindo, por isso, “uma reflexão séria” para o regresso aos títulos. “A minha perspetiva é que haja uma reflexão séria, rigorosa, e com grande visão do que é preciso fazer para que a equipa do Benfica tenha mais qualidade. Com este plantel e com os outros rivais a reforçarem-se mais, o Benfica voltará a não ganhar. Os outros já mostraram que é preciso mais qualidade para o ano”, adiantou.

Numa análise à Lusa sobre o final deste campeonato, a velha glória do clube da Luz advertiu ainda a estrutura do Benfica para não se escudar na obtenção do segundo lugar, de acesso à terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, para disfarçar os erros desta temporada. “Pode ser um mal menor, mas que não esconda o que correu mal. É preciso assumir e não venham com a manta do segundo lugar. Devem ter a dignidade para assumir os erros que cometeram”, afirmou, sublinhando que o Benfica terá de trabalhar mais: “Não se pode ir com o autoconvencimento de que isto foi uma interrupção. Foi isso que levou o Benfica a não ter sucesso este ano. Ganhar custa muito, mas é muito importante que o Benfica se reorganize”.

A prioridade dada ao equilíbrio financeiro na Luz em detrimento do investimento no plantel poderá agora ser alterada para a próxima temporada. No entender do antigo internacional português, o Benfica “teria de ter feito o sacrifício financeiro para fazer história”, mas, sobretudo, não houve “inteligência desportiva” suficiente. “Houve um défice de leitura e rigor na saída de alguns jogadores, que foram mal substituídos. O que entrou esteve muito aquém do que saiu. Assim, estamos imediatamente a correr o risco de que as coisas não corram bem. Há uma coisa que ganha a tudo e que é a qualidade. Quando o talento é menor, não há estrutura que resista”, realçou.

Sobre as questões que chegaram a levantar-se em torno da continuidade de Rui Vitória no comando técnico dos encarnados, António Simões observou que a reflexão no Benfica deve iniciar-se antes do treinador e que este conseguiu bons resultados com menos recursos do que outros técnicos. “Há muitas coisas antes do Rui Vitória que têm de ser discutidas e refletidas. Tem sido um treinador com muito menos recursos que outros e o balanço é positivo. Agora, quando se vai retirando recursos e recursos e se quer que continue a ser campeão, há um momento em que a corda parte”, concluiu.

Depois de quatro anos a vencer consecutivamente o campeonato, o Benfica acabou esta temporada no segundo posto da I Liga de futebol, com 81 pontos, menos sete do que o campeão nacional FC Porto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.