Salvio candidata-se à titularidade em detrimento de Cervi ou Rafa

476796_ori_liga_nos_estoril_praia_x_benficaEduardo Salvio, extremo argentino de 27 anos, candidatou-se duplamente à titularidade no Benfica. Primeiro, com golo decisivo de cabeça, já no período de compensação, que valeu o 2-1 sobre o Estoril e manteve os encarnados vivos na luta pelo pentacampeonato, depois, após o apito final, com declarações proferidas na zona de entrevistas rápidas da Sport TV: «Rafa é importante para a equipa, mas olho para o meu trabalho. Todos sabem como me treino e tento demonstrá-lo em campo. Tenho entrado, tenho jogado bem e continuarei a trabalhar e a esperar oportunidades. Se for de início, melhor, caso contrário somarei minutos de outra maneira. É o mister que decide.»

Salvio está, pois, em clara curva ascendente, reconquistando o espaço perdido por causa de uma lesão no joelho direito que motivou uma artroscopia e praticamente dois meses de paragem, de início de fevereiro ao final de março.

O extremo internacional argentino era dono e senhor do lado direito do ataque benfiquista, tanto no sistema 4x4x2 como depois no 4x3x3 e marcava a diferença pelos desequilíbrios e golos. Depois, parou e Rafa aproveitou para afirmar-se na Luz, tendo sido titular na ausência do companheiro e marcado três golos, o último dos quais, anteontem, no Estoril.

Para Rui Vitória, treinador das águias, há, pois, decisão difícil a tomar: manter Rafa no onze e Eduardo Salvio no banco dos suplentes, dar a titularidade ao argentino e sentar o português ou… inventar uma solução.

E essa solução pode muito bem chegar já no jogo com o Tondela e custar a titularidade a… Franco Cervi, outro argentino, que também joga na linha, mas do lado esquerdo. O pequeno canhoto sul-americano tem perdido energia e no Estoril acabou por ser substituído. Rafa andou pelo lado esquerdo. Não surpreenderia, por isso, que Vitória decidisse aproveitar a boa forma de Salvio e Rafa e colar o português ao lado canhoto do ataque, permitindo assim a entrada de Salvio para o flanco direito.

São quatro as partidas do argentino desde que regressou, sempre como suplente utilizado, e não apenas o golo com o Estoril fez a diferença. Também em Setúbal, com o Vitória, foi determinante para o triunfo encarnado, por 2-1, quando sofreu grande penalidade em cima do termo do encontro, convertida por Raúl Jiménez.

E no Benfica apenas Jonas marca mais do que Eduardo Salvio. O brasileiro leva 36 golos esta temporada, 33 dos quais na Liga, ao passo que Toto Salvio fez o 8.º no Campeonato anteontem. Raúl Jiménez, ponta de lança mexicano, regista idêntico número de remates certeiros, Seferovic, outro atacante, tem sete. Jorge Sampaoli, selecionador argentino, está atento e vem a Lisboa falar com Salvio.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s