Desportivismo e benfiquismo foram os grandes vencedores da 13.ª Corrida Benfica António Leitão

podio-masculino-thumbnailCom mais de 13 mil participantes (um recorde), a 13.ª Corrida Benfica António Leitão foi “um sucesso, um exemplo de vitalidade, de benfiquismo e desportismo”, conforme sintetizaram Domingos Almeida Lima e Fernando Tavares, vice-presidentes do Clube. Até a meteorologia ajudou, com o sol a espreguiçar-se nesta manhã de domingo, em Lisboa.

Vencer era o menos importante, como os próprios atletas assumiram após cortar a linha de meta, mas a competitividade, já se sabe, é um fator intrínseco neste tipo de eventos (ver fotogaleria).

Na prova dos 10 km, os benfiquistas Rui Pinto (1.º), André Pereira (2.º) e Ricardo Ribas (3.º) preencheram os lugares do pódio no sector masculino. Silvana Dias (1.ª) Filipa Moutinho (2.ª) e Dulce Félix (3.ª) conquistaram as principais posições no feminino.

Isaac Nader foi o primeiro nos 5 km, seguido de Duarte Gomes e José Carlos Pinto, também eles atletas benfiquistas.

Rui Pinto, vencedor dos 10 km, destacou o ambiente familiar da Corrida. “Esta é uma prova em que estamos em família. O meu objetivo principal era desfrutar da competição, no meio das pessoas. A vitória veio por acréscimo. É sempre um privilégio poder correr aqui, vencer é espetacular”, disse o atleta à BTV.

André Pereira, segundo classificado, salientou o “carinho dos Benfiquistas”. “Foi uma prova difícil, corri com grandes adversários, como o Ricardo Ribas e o Rui Pinto. O tempo ajudou, estou contente. Foi uma prova muito boa, porque sentimos o carinho dos Benfiquistas. É uma corrida em família”, afirmou.

A “grande festa” foi igualmente enfatizada por Ricardo Ribas, o elemento que fechou o pódio nos 10 km. “É de salientar a grande festa que o Benfica, um grande clube, proporciona aqui aos seus fãs e simpatizantes, uma prova fantástica que permite entrar no estádio, onde dá para tirar uma foto para recordação futura. Perdi com dois grandes atletas, a nata do atletismo nacional e internacional”, comentou.

Silvana Dias, vencedora dos 10 km no feminino, mostrou-se feliz pelo seu primeiro triunfo ao fim de várias participações. “No ano passado fui segunda, atrás da Dulce Félix. Viver este ambiente, esta festa benfiquista, com tantos benfiquistas a puxarem por nós ao longo de todo o percurso, é fantástico. Não tem preço”, declarou.

Corrida Benfica

Já Dulce Félix, terceira classificada, estava radiante por ter podido retomar a competição na Corrida Benfica, depois de uma paragem para ser mãe.

“Para mim, foi um regresso em grande. Estou superfeliz. Depois de um ano em que fui mãe, voltar na Corrida do Benfica já é uma vitória. Estou superfeliz por voltar às competições. Ainda me custa muito, estou a iniciar a preparação. Tentei divertir-me, mas as pessoas puxam por nós e acabamos por correr mais rápido do que devíamos. Agora é um passo de cada vez, vou aumentando a intensidade de forma progressiva. Ainda tenho peso para perder, tenho uma longa corrida pela frente, mas vou conseguir. Tenho toda a gente do meu lado, um grupo de treino fantástico, o apoio dos patrocinadores e o Benfica, que me apoia a 100 por cento”, afirmou Dulce Félix.

Realçando que a Corrida Benfica António Leitão “voltou a ser um sucesso”, o vice-presidente Domingos Almeida Lima referiu, entre outros aspetos, o crescimento do número de participantes e o desportismo.

Corrida Benfica

“Tivemos ainda mais gente a participar e a assistir. É mais um passo em relação àquilo que pretendemos que seja a Corrida Benfica e estou certo de que num futuro próximo, talvez já no próximo ano, haja uma surpresa agradável. Esta corrida é já um clássico, mais um trabalho da mística benfiquista e podemos ter a veleidade de fazer dela uma corrida internacional”, frisou Domingos Almeida Lima.

“O desporto não pode ser politizado, tem de ser de todos. Estamos a dar este exemplo e queremos cada vez mais que dê frutos e que haja mais gente de outros clubes e de outras entidades a participar na nossa prova”, completou Domingos Almeida Lima.

Corrida Benfica

Na mesma linha, Fernando Tavares exaltou o êxito da Corrida Benfica António Leitão. “É um exemplo de vitalidade em cima de uma vitória da equipa de futebol. Viveu-se aqui um grande momento de benfiquismo, com mais de 13 mil participantes, o que é um recorde. Dá-nos ânimo e responsabilidade para tentar fazer crescer esta corrida. Foi um exemplo de grande benfiquismo e uma oportunidade para pessoas de outros clubes”, apontou.

“Vimos aqui pessoas de outros clubes, com camisolas de outros clubes, sem qualquer tipo de problema, em segurança absoluta. Foi um grande exemplo de benfiquismo e de desportismo”, reforçou o vice-presidente Fernando Tavares.

Com a marca da organização do Benfica, foi um fim de semana em grande estilo, que começou no sábado com a Corrida da Pequenada (ver fotogaleria).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s