Provado que não houve coação do Benfica ao árbitro no tunel de Alvalade

401787_galeria_sporting_x_benfica_liga_nos_2016_17_campeonato_jornada_30.jpgO Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol refutou esta terça-feira qualquer fundamento às acusações de coação sobre o árbitro Artur Soares Dias, lançadas pelo Sporting para visar responsáveis do Benfica após o dérbi jogado em Alvalade no passado dia 22 de abril, ordenando o arquivamento da queixa.

O CD deu como provada a inexistência de indícios da prática de qualquer infração disciplinar por parte do treinador Rui Vitória, do administrador Rui Costa e do assessor jurídico Paulo Gonçalves no intervalo do referido encontro.

Leave a Reply