Rui Vitória em antevisão ao jogo com o Basileia: “É mais uma final que vamos ter”

Mal terminou o jogo da primeira ronda da fase de grupos da Liga dos Campeões, o treinador do Benfica, confiando na capacidade da equipa apesar da derrota então sofrida em casa diante do CSKA (1-2), sublinhou que os encarnados iriam recuperar noutro lado os pontos perdidos naquela noite. Na quarta-feira, em Basileia, as águias avançam “com a noção clara” do que têm de fazer “para ganhar”, indiciou Rui Vitória, esta terça-feira, na Suíça, em conferência de Imprensa.

Antes de lançar o desafio com o Basileia, Rui Vitória pronunciou-se sobre a suspensão de três jogos aplicada a Samaris pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, com base num lance do médio do Benfica com o bracarese Paulinho, na quarta-feira da semana passada (dia 20 de setembro), em jogo da fase de grupos da Taça da Liga.

“Desejo igualdade de tratamento. Ficamos sem um jogador, já somos exemplo em algumas situações. Olhem para todos os campos da mesma maneira”, reagiu o treinador dos encarnados em declarações à Sport TV.

“Desejo que este castigo seja visto por toda a gente em igualdade de circunstâncias para todas as equipas, em qualquer campo, contra qualquer equipa. O tratamento que tiveram connosco, que tenham em todos os momentos do futebol português”, acentuou.

Pela dimensão mundial da prova, o treinador entende que cada partida tem de ser enfrentada como se de uma decisão se tratasse: “Todos os jogos para nós têm este carácter decisivo. Os jogos da Liga dos Campeões têm de ser vividos com uma intensidade tal, como se houvesse apenas um jogo e nada mais importasse. Queremos no fim dos cinco jogos que faltam somar os pontos para aquilo que tanto queremos. Temos este carácter decisivo a dar a este jogo porque na Liga dos Campeões tem de ser assim. É mais uma final que vamos ter. Acreditamos muito no nosso valor e nas nossas capacidades.”

“Queremos muito vencer este jogo. Ganhando ou não na primeira jornada, viríamos aqui sempre com o propósito de vencer. Reconhecendo que o adversário tem experiência nestas andanças, que tem jogadores que já estão habituados a competições europeias, vimos com grande determinação e vontade. Não começámos como queríamos, mas o grupo vai ser muito disputado até ao último jogo. Temos de estar prontos para os cinco jogos. Sabemos o tipo de jogo que vamos encontrar e vimos com grande vontade de somar os três pontos. Esta equipa é feita de jogadores muito focados e com a noção clara do que há para fazer para ganhar o jogo.”

No último sábado, dia 23, o Benfica recebeu e venceu o Paços de Ferreira, reentrando no trilho que mais lhe interessa para a concretização dos objetivos a que se propôs no início da temporada.

“O último jogo foi muito bem conseguido da nossa parte, embora nos tenham faltado mais golos. Da mesma forma que quando perdemos dissemos que não estava tudo mal, agora também não se resolveu num jogo tudo o que tínhamos para resolver,” salientou Rui Vitória.

“O nosso processo é continuar, com uma perspetiva muito positiva, acreditando muito no nosso trabalho, com o foco em tudo o que podemos controlar. Amanhã [quarta-feira] queremos dar mais um passo no processo de crescimento da equipa”, complementou o treinador das águias.

“Vai ser um jogo difícil, porque na Liga dos Campeões não há jogos fáceis, mas vimos cá com uma grande vontade e confiança no que estamos a fazer. É mais uma oportunidade de continuar o nosso trabalho, querendo muito ganhar”, enfatizou Rui Vitória.

Leave a Reply