Torneio triangular na Luz ganho pelo Benfica

Joel Rocha pensativoNuma tarde amena de verão, o Pavilhão n.º 2 da Luz esteve bem composto para o “batismo” da equipa de futsal do Sport Lisboa e Benfica. Num torneio triangular que contou, além da equipa da casa, com Burinhosa e Fabril / Auto Kuatros, foram as águias a festejar no fim.

As duas equipas convidadas deram o pontapé de saída. A formação do distrito de Leiria venceu os homens do Barreiro por 1-0.

Porém, o momento alto da noite estava marcado para o final da primeira partida. Depois da apresentação um a um de cada jogador do plantel orientado por Joel Rocha, o primeiro cinco da temporada no Pavilhão n.º 2 da Luz, para o encontro frente ao Burinhosa, foi comporto por: Diego Roncaglio, Bruno Coelho, Chaguinha, Robinho e Deives.

Pontapé de inicial dado e pouco depois o Burinhosa a estrear as redes, numa boa finalização de Vasco Seco. Os encarnados reagiram bem e conseguiram dar a volta ao “placard” em sete minutos, primeiro pelo capitão Bruno Coelho, depois pelo reforço brasileiro, Deives. O encontro continuou sempre com o Benfica por cima, com Robinho a mostrar bons pormenores. O Burinhosa, todavia, foi crescendo no jogo e aproveitou para empatar por Vasco Seco, que bisou e fixou o resultado final (2-2).

O seguinte adversário era o Fabril / Auto Kuatros. Destaque para a divisão da baliza por André Correia e Cristiano. No terceiro e último jogo do torneio, foram os homens do Barreiro a começar melhor e a chegar primeiro ao golo, depois de Chaguinha ter enviado uma bola ao ferro.

O Benfica reagiu bem ao golo e Raúl Campos em poucos minutos deu a volta ao marcador, primeiro a concluir uma boa jogada de Rafael Hemni, depois num grande remate. Os encarnados tomaram conta do jogo e Robinho, num lance de classe, fez o terceiro. Bruno Pinto num bom remate apontou o quarto golo e fechou o encontro.

Treinador e jogadores felizes por voltarem a jogar na Luz

Joel Rocha, treinador da equipa de futsal, falou ao Site Oficial no final do torneio triangular realizado na Luz. “Muito importante jogar novamente em casa e ter a presença dos Sócios e adeptos. Essa quebra de ansiedade só é conseguida a vivê-la. Foi importante jogar onde tem treinado nas últimas semanas junto com os adeptos. Esse momento foi importante”, explicou.

Frente ao Burinhosa e Fabril / Auto Kuatros, o técnico gostou do que viu, mas ainda há aspetos a melhorar. “Houve coisas boas e menos boas nos 40 minutos dos dois jogos. Ainda bem, porque assim podemos continuar a melhorar para quando chegar a competição oficial estarmos melhor preparados”, sublinhou.

Rafael Henmi também se mostrou, em declarações ao Site Oficial do Clube, feliz por regressar a casa: “Foi muito bom jogar em casa. É sempre emocionante. Poder jogar no Pavilhão da Luz é um prazer enorme.”

O reforço Tiago Brito estreou-se de águia ao peito perante os Benfiquistas. “São, sem dúvida, um sexto elemento, uma força extra que serão uma mais-valia nos jogos em casa, mas também fora, pois o Benfica tem uma excelente massa adepta”, reconheceu em palavras proferidas ao Site do Benfica.

Leave a Reply