André Lima trouxe à Luz a “sua” escola de futsal chinesa

André Lima é um nome incontornável do Futsal português e do SL Benfica, clube onde confessa “ter vivido os melhores anos da carreira”. Atualmente está na China, onde é coordenador da Formação e treinador da Escola Xinan Perola. Uma aventura plena de sucesso até então…

Fruto de um protocolo com a empresa Sunlive Sports, André Lima está neste momento de passagem por Portugal, com um grupo de jovens atletas da escola onde desempenha funções.

E se está em Portugal… nada melhor do que visitar uma casa que será também sempre sua e mostrá-la aos jovens que agora treina.

“Tudo começou já há dois anos. Fizeram-me um convite para abrir uma escola, da qual já sou sócio, uma escola de futebol e futsal, com jovens desde os 5 até aos 15 anos.  Como as coisas estão a correr muito bem, temos já 550 crianças e organizei esta vinda aqui para os chineses terem um pouco a noção desta realidade. E se o Benfica é um dos exemplos em termos de Formação em todo o Mundo, este é o sítio certo para trazer as crianças”, começou por explicar, em entrevista exclusiva ao Site Oficial do Clube.

Olhando para duas realidades tão distintas e, sabendo também, que a abertura de fronteiras e a expansão da marca é uma das apostas do Clube… Como é visto o nosso Benfica na China?

“O Benfica é um nome muito forte na China! Sei que tem uma escola no centro da China e que esta tem muito sucesso. A maneira como o Benfica tem as escolas lá é diferente da realidade da China porque o Benfica só treina miúdos com qualidade, ou seja, por exemplo, em vez de ter 1000 miúdos, tem 200 ou 300 muito bons. Forma-se mais rapidamente, aposta-se firme na qualidade e tudo isso está a ter muito sucesso”, revelou o ex-futsalista e treinador que ganhou de Manto Sangrado tudo o que havia para ganhar.

“Conhecem muito bem o Benfica, aliás eu só estou na China porque representei o Benfica se não, não estava lá. Quando cheguei à China fiquei muito admirado com a força do nome e da marca que o Benfica tem. Eusébio, Rui Costa são nomes que todos conhecem! Na altura em que Eusébio faleceu, foi impressionante. Deu tudo na maior televisão chinesa, até passou o funeral, depois fizeram um programa sobre a história do Eusébio e a história do Benfica. Sem dúvidas, é já um Clube com muita projeção na China”, acrescentou.

André Lima assume-se Benfiquista de alma e coração e o facto de ter representado o Clube é uma mais-valia, neste caso para ambas as partes, numa clara relação win-win… não fosse ele próprio sinónimo de vitórias.

“O que também tento fazer na Escola é, de alguma maneira, essa ligação. Não num patamar da I Liga do Futebol, mas pela vertente da Formação, fazendo a ligação, tanto ao Benfica como a Portugal”, afirmou.

Foram títulos atrás de títulos, jogos emblemáticos, prémios coletivos e individuais, e reconhecimentos das mais variadas entidades… uma carreira com sabor a glória e que agora traz frutos.

“Vivi no Benfica os melhores momentos da minha carreira desportiva e cresci muito no Clube. Cheguei com 29 anos ao Benfica, cresci muito como pessoa, cresci como atleta, aprendi muito e é esta aprendizagem que estou a tentar passar na China, o que, por sinal está a ser conseguido e estamos a ter muito sucesso. Conseguir trazer este grupo de crianças aqui é um passo muito importante”, concluiu.

Incontornável nome do Futsal luso e do Glorioso continua a acompanhar tudo sobre a atualidade do Clube.

André Lima está atualmente na China a desenvolver um projeto na Escola Xinan Perola, onde é Coordenador da Formação e também treinador. O emblemático futsalista – ganhou tudo o que havia para ganhar de águia ao peito! – esteve à conversa com o Site Oficial do Clube e comentou alguns dos assuntos da atualidade.

É que André Lima está na China, mas… “Acompanho tudo. Pela internet, televisão, telemóvel e também através das conversas com amigos que tenho cá”, disse.

E como está este Benfica?

“O Benfica está diferente! Muito diferente desde que entrei até 2010, que foi quando sai… o Benfica está diferente para melhor”, começou por dizer.

“Quem olha para o Benfica de fora nota, e quem conheceu o Benfica por dentro, e eu falo com muita gente, o Benfica está diferente, está muito mais organizado. Está muito profissional, não só no futebol, como nas modalidades, e os títulos aparecem naturalmente… mas as invejas também e enquanto o Benfica continuar a ganhar os ataques vão ser cada vez mais ferozes. É normal”, acrescentou.

E onde estão as pedras basilares dessas mudanças?

“Acho que tem tudo a ver com as pessoas. O Benfica para crescer, seja nas modalidades ou no futebol, apostou nas pessoas certas. Tem a ver com as pessoas, com a estrutura que está feita à volta de cada modalidade e, quando se mudam pessoas para melhor, o resultado tem de ser o sucesso. Penso que para além da contratação de bons jogadores e de bons treinadores há quem está à volta e suporta a equipa, e assim existem todas as condições para ganhar. E depois… temos os melhores sócio e adeptos do Mundo. É do que sinto mais saudades, de ver os adeptos a gritar e sentir a força deles, a força que eles nos passam”, revelou com emoção.

André Lima está na China, mas foram longos e gloriosos a representar o Benfica ao mais alto nível…

“Com certeza que sinto saudades. Foi no Benfica que vivi os melhores momentos da minha carreira e da minha vida. Claro que tenho saudades… Vivi momentos gloriosos aqui!”, atirou taxativamente.

“No Benfica os títulos aparecem naturalmente”

André Lima é sinónimo de conquistas, e sábado há já um título para conquistar! O SL Benfica joga em Aveiro, frente ao Vitória de Guimarães, e a equipa Tetracampeão Nacional quer regressar a Lisboa com a 7.ª Supertaça do palmarés.

“Parece que a pré-época não correu muito bem ao nível de resultados, mas as pessoas têm de entender para que serve a pré-época. É claro que toda a gente gosta de ganhar, não interessa se é amigável, se é na pré-época, mas se olharmos para trás, nos últimos quatro ou cinco anos, o Benfica nunca começou bem as pré-épocas, mas quando começa a sério, começa como tem de ser e como sabe fazer, a ganhar! O Benfica tem agora a Supertaça e é este o melhor momento para chegar e vencer”, explicou.

Acredita, portanto, numa vitória em Aveiro?

“Claro que sim! E Aveiro vai estar carregado de Benfiquistas. O Benfica está forte, o Benfica é Tetra. Os Benfiquistas têm de acreditar no trabalho que está a ser feito pelo presidente, pela Direção, treinador, jogadores, etc… Vai ser um ano difícil, porque ninguém quer deixar o Benfica ser Pentacampeão e os ataques vão ser cada vez mais ferozes. Mas acredito que o Benfica está preparado para tudo isso”, concluiu André Lima.

Leave a Reply