António Figueiredo estranha passividade da polícia relativo ao diretor de comunicação do FC Porto

antoniofigueiredo5slbAntónio Figueiredo, antigo dirigente do Benfica, diz que Francisco J. Marques não lhe merece credibilidade.

No programa Universo Porto da Bancada, transmitido na quarta-feira, o diretor de comunicação e informação do FC Porto, Francisco J. Marques, acusou o Benfica de monitorizar as SMS de Fernando Gomes, atual presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em 2014, altura em que desempenhava o cargo de presidente da Liga de Clubes.

António Figueiredo, antigo vice-presidente do Benfica, responde com indignação às revelações feitas por Francisco J. Marques: “A polícia já devia ter atuado para saber como esse senhor tem acesso a essas informações, como é possível esse senhor aceder a emails de cariz privado”.

Para António Figueiredo, o o diretor de comunicação e informação do FC Porto “já teve tempo de antena a mais” e “não lhe merece credibilidade”. “Ele mentiu em relação à minha pessoa, a dizer que eu recebia a cartilha do Benfica, o que é mentira, por isso não me merece credibilidade”.

 

Leave a Reply