Benfica “C” bate FC Porto B no Seixal após reviravolta no marcador

Festejos após triunfo ao PortoA equipa B do Sport Lisboa e Benfica venceu, este domingo, o FC Porto B por 2-1, no Caixa Futebol Campus, em jogo da 38.ª jornada da Segunda Liga.

Para este jogo, Hélder Cristóvão apresentou uma ficha de jogo só com 15 futebolistas, fruto de várias ausências. 10 deles estão a ajudar os Juniores na UEFA Youth League; três estão castigados (Saponjic, Pedro Rodrigues e Francisco Ferreira) e Yuri Ribeiro está lesionado.

Destaque para o regresso de Gonçalo Rodrigues aos convocados, bem como Igor Rocha (fora chamado com o Fafe). Com muitas limitações, mas imbuídas num espírito de vitória, as águias fizeram um jogo fantástico.

Não obstante, o FC Porto B marcou primeiro. Aos seis minutos, Galeno inaugurou o marcador. A partir daí só deu Benfica B. Zidane primeiro e Luquinhas em três ocasiões estiveram perto do golo, mas Gudiño evitou sempre o empate.

Uma contrariedade nunca vem só, e no final da primeira parte, Romário saiu lesionado e deu o seu lugar a Tiago Dias. No reatamento foi Pedro Amaral a sair tocado. Entrou para o seu lugar Gonçalo Rodrigues. Minutos depois, aos 55’, Heriberto, de livre direto, fez o empate a uma bola no Seixal.

Depois do golo do empate, o FC Porto B pôs André Ferreira à prova com dois remates perigosos. Os da casa voltaram a subir na partida com transições venenosas que punham a defensiva azul e branca em sentido. O tento da reviravolta aconteceu aos 82 minutos. Luquinhas rematou para defesa de Gudiño. No seguimento do lance há grande penalidade a favor do Benfica B por mão na área. Na marca dos nove metros, Heriberto bisou e fez o 2-1.

Antes do final da partida, Chidodzie foi expulso por acumulação de cartões amarelos. Com este triunfo, o Benfica B passa a somar 59 pontos, está em 4.º lugar e é a melhor equipa B da Ledman LigaPro.

Heriberto e Hélder Cristóvão felizes pelo triunfo

Heriberto bisou na partida e no final elogiou os companheiros, enaltecendo o espírito de superação do Benfica B face a tantas ausências. “A equipa esteve bem, reagimos ao golo sofrido. Demonstrámos em campo que todos estão preparados para jogar e fazer um grande jogo como fizemos”, referiu, em declarações à BTV.

O treinador Hélder Cristóvão seguiu pelo mesmo diapasão de Heriberto e também elevou o feito conseguido pelos jogadores no clássico das equipas B. “A vitória é justa. Estamos de parabéns. Os jogadores foram competentes. Tivemos muitas ausências. O golo do FC Porto B libertou-nos. A nossa camisola pesa muito e os jogadores foram sérios no que fizeram. Todos os futebolistas são válidos e isso ficou provado neste jogo”, analisou.

Leave a Reply