Queixinhas do Sporting não tiram Samaris do dérbi de Alvalade

ng6776452A Comissão Disciplinar anunciou a instauração de dois processos por alegadas agressões de jogadores. O órgão não revela a identidade dos mesmos, mas A BOLA sabe que se trata de Samaris (Benfica) e Edson Farias (Tondela).

Ambos os processos foram instaurados por despacho do presidente do Conselho de Disciplina, José Manuel Meirim, e serão agora remetidos à Comissão de Instrutores da Liga, a quem caberá ouvir testemunhas e apurar os factos.

Samaris foi apanhado pelas câmaras televisivas a dar um murro a Diego Ivo (Moreirense), tal como aconteceu com Edson Farias a Gamboa (SC Braga).

Os episódios em causa não serão julgados de forma sumária, entendendo-se que a moldura penal poderá ser diferente dos quatro jogos previstos em caso de processo sumário.

A Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga de Clubes considera que, por se tratar de um caso grave, este episódio não deve ser julgado de forma sumária, entendendo que a moldura penal poderá ser diferente dos quatro jogos previstos em caso de processo sumário.

Sendo considerada agressão, após abertura de processo no Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol, o castigo poderá ir de um a 10 jogos de suspensão.

O CD irá, então, abrir o processo e, depois de ouvidas as testemunhas, a decisão será tomada.

O caso irá arrastar-se mais algum tempo e o médio grego estará em condições de poder ser utilizado pelo Benfica frente ao Sporting, na 30.ª jornada.

Leave a Reply