“Santa aliança” finalmente assumida mostra desespero em querer abater a águia

mw-1240Por pedido do Sporting e imediata aceitação por parte do FC Porto, os dragões juntam-se aos leões no processo interposto contra o Benfica no Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), motivado pelo apoio que as águias alegadamente darão às claques não legalizadas.

O Sporting acusa o Benfica de apoiar as claques Diabos Vermelhos e No Name Boys, nenhuma legalizada no IPDJ o que, de acordo com a Lei 39/2009 do regulamento do combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nos espetáculos desportivos, constitui uma violação do artigo nº 14. A moldura penal seria a interdição do Estádio da Luz, mas leões e dragões entendem que o facto de esta situação já durar há muito tempo pode fazer com que as coimas sejam penalizadoras e… exemplares, devido ao facto de haver reincidência.

O final da temporada está no horizonte, e o Benfica segue líder e já garantiu a final da Taça de Portugal. Perante a possibilidade dos encarnados poderem chegar à dobradinha com possibilidade do tetra na Liga, o desespero do “Sporting Clube do Porto” ou também apelidados de “anti-benfiquistas”, leva a medidas extremas.

Já na época transata o ruído fazia-se ouvir apenas do outro lado da segunda circular, mas a fraca capacidade de um clube menor não surtiu efeito, tendo pelo contrário galvanizado a equipa encarnada no rumo ao Tri.

Nesta temporada, foi a vez do FC Porto, mais experiente em jogadas de bastidores e subreptícias, mas também esta se comprovou insuficiente até ao momento.

Na reta final da temporada, a famosa “santa aliança” assume de vez tal existência, e fazem ataque organizado e conjunto ao Benfica. No terreno, o Benfica vai ter de mostrar o porquê de ser maior que ambos os adversários juntos.

Rumo ao 36 e ao Tetra. Rumo à dobradinha. E Pluribus Unum.

 

Nuno Alexandre Costa

 

Leave a Reply