L’Equipe questiona valor e desempenho de Gonçalo Guedes, mas treinadores do Benfica explicam

Paris Saint-Germain v Monaco - Ligue 1O trajeto de Gonçalo Guedes até ao momento no Paris SG está a levantar questões em França. Esta quarta-feira, o ‘L’Equipe’ publicou um artigo de análise ao desempenho do internacional português, que chegou ao campeão gaulês em janeiro por 30 milhões de euros e disputou apenas 204 minutos (divididos por cinco jogos). Precisamente o ponto crítico da reportagem, que sublinha o facto de um jogador que custou tanto dinheiro “não poder ser visto de outra forma que não como um potencial titular”, o que não é o caso.

“O enigma de 30 milhões” é o título do artigo, que destaca o jovem tímido que chegou à capital e que “continua a ser um grande mistério”. “Vítima do regresso à boa forma de Di María e Pastore”, Gonçalo Guedes é caracterizado como um futebolista híbrido, poderoso fisicamente e combativo, mas “acima de tudo um futebolista que não joga”.

 O jornal francês auscultou o grupo de trabalho do Paris SG, com fontes anónimas, e ficou a saber a opinião do plantel sobre Guedes: “Um rapaz tímido, trabalhador e positivo”. Para aquela publicação, trata-se de “o retrato de uma esperança mas não necessariamente de um reforço que custou 30 milhões de euros”.

Ex-treinadores estão otimistas

O ‘L’Equipe’ ouviu ainda dois ex-treinadores de Gonçalo Guedes na formação do Benfica, Joâo Tralhão (juniores) e Hélder Cristóvão (B). E se ambos concordam que o extremo tem tido dificuldades, também manifestaram confiança na sua explosão num futuro próximo.

“Olhando para a equipa do Paris SG, não me estranha que não jogue. Ele não só é muito jovem como apenas conheceu um clube, o Benfica. É tudo novidade para ele e precisa de um tempo de adaptação. (…) mas não tenho dúvidas de que terá sucesso”, garantiu Tralhão. Já o timoneiro dos ‘bês’, ex-jogador dos parisienses, vincou que “na próxima época Guedes estará adaptado, sabe o que Emery espera dele e quando tiver oportunidade terá de aproveitá-la”. “É um jogador fantástico”, rematou.

Leave a Reply