“Bardamerda” do Sporting motiva processo disciplinar por queixa do Benfica

2013-07-30-luis-filipe-vieiraO Conselho de Disciplina (CD) mandou instaurar dois processos disciplinares a Bruno de Carvalho e outro a Jorge Jesus, tudo na sequência de queixas apresentadas pelo Benfica.

Ao que foi possível saber, todos os processos foram abertos devido a declarações proferidas pelo presidente e pelo treinador do Sporting. Bruno de Carvalho terá de responder por ter mandado os rivais “à bardamerda”, expressão que utilizou após a vitória nas eleições do dia 4 de março. A outra queixa foi na sequência da entrevista do líder dos leões ao jornal Record, onde disse que “devia ter percebido que havia muita coisa que era controlada pelo Benfica”.

Quanto a Jorge Jesus, o Benfica queixou-se das declarações a comentar a entrevista de Pedro Pinto, diretor de comunicação da UEFA, também ao Record. “O Conselho de Arbitragem tentou branquear um pouco o que aconteceu com uma nota oficiosa da UEFA… que não aconteceu”, referiu o técnico, ainda sobre a arbitragem de Jorge Sousa no dérbi com o Benfica.

O CD abriu também dois processos disciplinares a Francisco Marques, diretor de comunicação do FC Porto, na sequência de declarações prestadas ao Porto Canal, onde lançou críticas ao Benfica e aos orgãos da Federação Portuguesa de Futebol.

Todos estes processos foram enviados à Comissão de Instrutores, que irá conduzir a investigação. A decisão final será do CD.

Leave a Reply