Benfica emite comunicado sobre regulamentos aprovados para futsal

api-slbenfica-ptO Sport Lisboa e Benfica informa que disponibilizará, hoje, para o lote às ordens do treinador na Taça da Liga de Futsal os seis atletas não formados localmente que integram o plantel.

O SL Benfica, assim como outros 10 clubes da Liga Sportzone, tem defendido que o acordo estabelecido, há quase um ano, apontava para a penalização com derrota em todas as competições (Supertaça, Taça da Liga, Taça de Portugal e Liga Sportzone) das equipas que usassem mais que cinco atletas não formados localmente. Um erro ou lapso na redação do regulamento de provas criou a dúvida e deturpou o acordo alcançado entre os clubes de futsal, ainda no decorrer da época passada, para permitir a adequada preparação de 2016/17. Posteriormente as entidades oficiais esclareceram que a penalização para a Supertaça, Taça da Liga e Taça de Portugal se cinge à aplicação de multa, deixando para a Liga Sportzone a penalização, na reincidência, de 2 a 5 pontos do clube que use mais do que cinco atletas não formados localmente.

O Sport Lisboa e Benfica é uma instituição responsável e cumprirá o regulamento, tal como todos os outros clubes o terão de cumprir. Mas, uma vez mais, fica claro que este erro/lapso afetou significativamente o planeamento desportivo de 11 das 12 equipas que participaram na discussão deste tema.

O estabelecimento e respetivo cumprimento do limite de atletas não formados localmente é essencial para a efetiva defesa do jogador português, para a promoção do Futsal nacional e, também, para o desenvolvimento das seleções nacionais da modalidade.

Na Taça da Liga e na Taça de Portugal, o SL Benfica submeter-se-á aos regulamentos em vigor, mantendo claro que são as regras da Liga Sportzone que espelham fielmente o alargado consenso que existiu entre os clubes. Isto é, a penalização com derrota das equipas que utilizem mais de cinco atletas não formados localmente, no decorrer de qualquer encontro do campeonato.

Leave a Reply